Capa

Explosão de sabor

Quem se depara com tabletes, bombons, mousses, pudins, bolos e tantas outras formas tomadas pelo chocolate sobre as prateleiras de supermercados e lojas especializadas, na maioria das vezes não se dá conta de que pode estar frente a uma verdadeira obra de arte. Nós entendemos, é claro, afinal é difícil pensar em outra coisa a não ser devorar absolutamente tudo, mas decidimos explorar um pouco mais a fundo o universo dessa tentação para tentar enxergá-la sob outro olhar.

ChocolateO início da história do chocolate pode não ser muito preciso, já que os primeiros registros datam de 1.500 a.C., mas nomes famosos fizeram parte da trajetória do doce: François Louis Cailler, inventor do tablete em 1820; Henri Nestlé, responsável pela invenção do leite em pó e posteriormente da versão ao leite; e Rudolph Lindt, descobridor da técnica de conchagem e do acréscimo da manteiga de cacau em 1879; foram apenas alguns dos inúmeros mestres chocolateiros que contribuíram com a evolução dos métodos que o tornaram a delícia que é nos dias de hoje.

Muita gente não sabe, mas o processo de produção de um bom chocolate demanda boas pitadas de habilidade, dedicação e, principalmente, sensibilidade. Desde a colheita do cacau até a comercialização, as etapas devem ser realizadas com atenção, pois qualquer alteração ou descuido pode interferir no resultado do produto final, como diferenças no sabor e na textura, por exemplo. Frequentemente, os experts da área comparam as técnicas de fabricação da iguaria às de um bom vinho.

Saiba mais sobre o processo de fabricação do chocolate e entenda as principais diferenças entre os mais variados tipos. Clique aqui para conferir a matéria completa na versão online da Public LifeStyle.

Deixe seu Comentário